Arquivo para julho 16th, 2015

Como pensar a existência dentro do sistema

| 16/07/2015 | 0 Comentários

Talvez deixar de lado a busca incessante por objetivos seja interessante, claro que, é relevante frisar a magnitude de caminhar sobe a vida,de se ter uma rotina, uma pedra no cume da montanha, mas não deixar que isto seja o motor da vida, deixar que isto domine o sujeito por inteiro, pois cair ao relento […]

Continue Lendo

O infinito de Anaximandro

Introdução O primeiro texto sobre os filósofos pré-socráticos mostrou como esse período reflete um interesse filosófico voltado para o mundo da natureza. Além disso, apresentou Tales como o primeiro filósofo grego, principalmente por ter trazido o conhecimento de que o cosmos é um (Aet., II, 1, 2). Mas foi através de seu sucessor e discípulo, Anaximandro […]

Continue Lendo

Anotações de um Jardinheiro

O sol nasceu. Saiu detrás das montanhas e banhou o jardim com um calor saudável e gostoso. A relva ainda úmida, deixando evaporar-se pela luz. Está na hora… começou o baile. Dona Rosa foi a primeira a abrir. O vestido vermelho, perfumado à rigor, abraçando todo o corpo. Não era jovem… a mais experiente entre […]

Continue Lendo

Foi-se em si

| 16/07/2015 | 0 Comentários

Por perto perdeu-se. Procurou padronizar pensamentos Passagens perdidas. Pontuações… Pontes, portas, portos Problemas possíveis. Partiu-se em partes, Pluralizou-se! Desprendeu-se de qualquer forma de substrato, Tediosa seria a grandiosidade geniosa da existência num único ato. Tomou sem cerimônia a arma mais destrutiva que tinha ciência, Explodiu-se em milhares de dezenas desconhecidas, múltiplos de números desordenados. “Introspectivando-se”, […]

Continue Lendo

Sobre a procura de uma hipotética essência da vida

| 16/07/2015 | 0 Comentários

Existem fatos que constantemente passam aos nossos olhos quase de maneira despercebida no eterno desdobrar-se do “corre-corre” cotidiano. Comportamentos que já estão tão entranhados em nossas rotinas que, por conta disso, não geram praticamente qualquer forma de reflexão, simplesmente os incorporamos como hábitos. Se tem um destes comportamentos que deveria nos intrigar é a habilidade, […]

Continue Lendo

Vida nas favelas pela voz do “Mano”

Vida nas favelas pela voz do “Mano”

Através de Mano, rapaz de 21 anos que assim preferiu se identificar, podemos refletir sobre a realidade social dos cidadãos de baixa renda do País. Mano reside em uma favela da Grande São Paulo, é descendente de italianos, índios e escravos. Muito expressivo, o jovem sempre morou nas periferias da cidade paulistana. FiloVida: Como você contaria sua história […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas