Arquivo para julho 17th, 2015

Autoromance

Quem és tu a quem olho num reflexo arrebatado? Quem és tu que me persegue por entre a penumbra escura aonde quer que eu vá? Acordo na madrugada, vede o barroso de teu semblante deixando-me uma cicatriz. Entra o primeiro raio da manhã, teu reflexo transfigura-se em meu espelho ruço. Por entre trinta vezes no […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas