Edifícios ecológicos: o ambiente agradece

edificio-ecologico-233x300-186x240Jardins em prédios, além de terem se tornado tendência nos projetos imobiliários, atendem a leis de uso e ocupação do solo, que determinam em muitos estados um percentual mínimo de área verde nos empreendimentos. Indo além da obrigatoriedade das leis, algumas construtoras inovam nesses ambientes para promover um contato maior com a natureza.

A procura por jardins verticais e telhados verdes vem crescendo no Brasil. Além de deixar o espaço mais bonito, eles garantem um convívio melhor com a natureza e oferecem um ganho de espaço livre na hora de decorar. Os produtos trazem outros benefícios como a diminuição do nível das ilhas de calor e, consequentemente, uma temperatura mais agradável.

Edifícios ecológicos deveriam ter mais força em todo o Brasil. Além dos jardins, modelos mais sustentáveis e de aproveitamento mais eficientes do recursos na construção, reforma, operação, manutenção e demolição de edificações devem estar presentes nas construções.

A construção ecológica é, não só menos prejudicial ao meio ambiente, como também mais saudável e oferece melhor custo/benefício. Em São Paulo, há edifícios que utilizam sistemas de melhor uso sobre o lençol freático, descargas que economizam energia e sistema de incêndio que usa a água reutilizada.

Projetos de reutilização de água podem atingir uma economia de 180 metros cúbicos de água por mês. Reutilizar a água também permite uma aliada economia de energia elétrica que, dependendo da dimensão física do prédio, pode atingir aproximadamente 6.000 quilowatts hora.

Essa economia pode se expandir por meio do sistema de aquecimento da águas pelos sistemas de energia solar e bombas de calor. Os edifícios ecológicos utilizam cimento que reduz a emissão de gases carbônicos, além de revestimentos metálicos reutilizáveis.

Construir uma edificação ecológica é mitigar os prejuízos à natureza e oferecer às pessoas um lugar mais saudável com melhor custo-benefício, fazendo uso da reutilização da água, economia de energia elétrica, gerador de energia limpa (solar ou eólica) e com melhor aproveitamento da luz natural durante o dia.


Esta publicação foi uma adaptação do texto  publicado com o título “Edifício Ecológico” no sitio InfoEscola. A imagem também foi retirada do mesmo escrito.

Tags: , , , ,

Categoria: Ecologia

Sobre o(a) Autor(a) ()

Estudante de Filosofia (Universidade Federal de Pernambuco - UFPE), tenho paixão pelo mundo. Busco conhecer a vida em seus mais íntimos aspectos: desde a origem do primeiro ser ao que está se desenvolvendo no imensurável circulo existencial. Prezo pela comunicação afetiva e verdadeira e, através de tais encantos, vivencio a Palavra em seus mais profundos aspectos, isto é, o conhecer e o comunicar.

Comentários (2)

Trackback URL | Feed RSS dos Comentários

  1. Leandro Moura disse:

    Postagem muito importante.
    Podemos conversar mais sobre iniciativas que incentivem o desenvolvimento sustentável sendo empregados em nossa cidade. Seria uma ótima conversa, acredito.

    Abraços.

  2. De fato, muito importante. Necessita-se de maior incentivo ao desenvolvimento sustentável. Leandro, tem se formado um grupo com esse fim, um movimento de permacultura que se encontra próx. à rural e vem fazendo intervenções urbanas com intuito de promover esse ecodesenvolvimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas