Arquivo para setembro 10th, 2016

Claraboia

Meu íntimo, Senão por um triz o nada, Arrisca-se a obrar tão-só o essencial; Isto é o lajeado pelo qual meus atos, Confortados em meus pensamentos, Escutam a claraboia silenciosa Onde o breu do absurdo É límpido como a neve.

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas