Arquivo para setembro 14th, 2016

Educação

Ando aprendendo a morrer Ao fito de que os ídolos quotidianos adormeçam E que desperte o tempo dos corpos Para que estes se entendam como espírito E na escuridão do mundo Silenciem o averso do ser.

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas