RSSArtes e Letras

Vulto

“Em ser sou, Em vir a ser me faço vulto“. Foi isto que escrevi em minha mais neoplatônica época; E agora mesmo estava a lembrar disto. Calha que hoje sou estranha ao meu passado, Pois sei que d’alguma maneira eu era sim um vulto, Sendo porém um vulto em letargia.

Continue Lendo

Que são dos homens sem mestres?

Tardei para repousar nos ombros de um sábio, O que levou-me a desgastar e adoecer minh’alma miserável Porque eu não era capaz de ver o Caminho donde partem os bons, E também pela calada dos nossos nupérrimos genitores Que por sofrença e incultura nunca tornar-se-ão pais.

Continue Lendo

Sonata em Mim Menor, Op. 1

<lento> <quase> Frase. Curta. Bruma. Quase. Quase que uma frase. Som. Soa a frase. Soa Quase. <pausa> </pausa> Mais Frase. Menos bruma. Mais quase. Quase que bruma, quase que frase. Soa a frase ou sou a bruma? <pausa> </pausa> Quase que é frase. Não é bruma; nem quase. Frase, bruma, bruma que é frase. Soa […]

Continue Lendo

Economia de palavras

Este tratado de economia econômico será. Trata o tratado de economia; economia de palavras e de tratado. Tratadas com economia palavras e tratado, tratada será com economia a economia do tratado. Duas, portanto, as economias: (a) de palavras e (b) de tratado. Sendo já tantas as palavras; já tanto tratado, trataremos agora da economia. I. […]

Continue Lendo

O peso das estrelas

Fomos os primeiros A medir o peso das estrelas E o ruidoso brilho dos astros. Fomos os primeiros, As primeiras pequenas partes De partes e partes iguais. Fomos os primeiros A nomear ao nosso redor; Nada de magia, nada de surpresas. Só matéria, só abismo Dos primeiros seres realmente Viventes para a morte. Fomos os primeiros; […]

Continue Lendo

Título

Introdução: Introduzindo a Introdução Teor do texto: título e suas problemáticas. Tantas e tais são as problemáticas do título que o título do tratado sobre tais problemáticas remete já para o título de temas tais. Serve o presente, portanto, como introdução ao tema em título. O tema em título é o título do próprio tema. […]

Continue Lendo

Numerologia

A primeira frase é sempre a primeira. A segunda, falando da primeira, diz que a primeira é a que mais custa. À quinta sonha-se com a sexta. O parágrafo, primeiro, confunde; depois termina a semana. Segundo Parágrafo, “parece tautologia”. Tão tola é a lógica quanto o tao tolo que o chino ensina. Torna o parafuso […]

Continue Lendo

Shechorah

| 28/10/2016 | 0 Comentários

Possuída pelo corpo da coluna Resplandece a dama negra pois no excesso da luz ela deixa seu ser branco escurecer na pura claridade Sereia Lava-me em profundas águas pois sou forte e quero arrastar-me no dilúvio das fontes primordiais caóticas e que unidade não esvanece na feminilidade ? Dama negra que por um erro é […]

Continue Lendo

Publico

Se o faço, faço-o segundo regras. A partir de agora fico fixo. Esta é a minha imagem pública. Esta é a imagem que de mim projeto enquanto texto. O texto, porque texto, de meu pouco tem; e tão pouco de meu tem que o que de mim tem é ainda menos com o que de […]

Continue Lendo

Filósofos?

“Os poetas místicos são filósofos doentes, / E os filósofos são homens doidos.” (CAEIRO, 1914) Doentes. Homens doentes. Homens. Portanto doidos. Doidos e doentes. Ora vejamos. Os filósofos são homens: disso não deve restar dúvidas. Homens, sim, porque a filosofia de feminino só tem o gênero gramatical: a sua história é a do enamoramento do […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas