RSSPolítica

A Comunicação Não Violenta de Marshall Rosenberg

A Comunicação Não Violenta de Marshall Rosenberg

Seria um feito atípico discordar da importância da linguagem no que diz respeito a Filosofia ou a qualquer investigação acerca da humanidade, quer seja sobre uma possível natureza humana quer seja sobre a teknè. Isso porque a linguagem traduz uma característica peculiar a nossa espécie, sendo esta para muitos exatamente o nosso diferencial diante dos […]

Continue Lendo

Concepções de “Ditadura”: A distinção do termo na Antiguidade e na Modernidade

| 08/07/2016 | 0 Comentários

Uma vez que em nossos tempos, ao menos de forma genérica, a democracia é considerada como a melhor forma de governo, muitas das teorias políticas acabaram por se polarizar no dualismo “democracia-bem vs autocracia-mal”, ou em vocábulos mais atuais, “democracia vs ditadura”. Mas nem sempre esses termos tiveram usos tão dispares; foi somente depois da Primeira Grande Guerra […]

Continue Lendo

Sobre o Empirismo e o Racionalismo de John Locke

Sobre o Empirismo e o Racionalismo de John Locke

Classificar um filósofo em específico seja como racionalista ou empirista seja com quaisquer outros termos já implica numa aspiração árdua e abundante – e nesse caso classificar especificamente John Locke (1632 – 1704) como um empirista mitigado ou por outro lado um racionalista que não despreza a experiência é de um designo muito mais sutil […]

Continue Lendo

Assujeitamento manifesto

| 22/06/2016 | 1 Comentário

Este é meu primeiro manifesto público; o primeiro momento em que expresso a curiosidade diante de tantas vontades autosilenciadas, perante algum número absurdo de sujeitos que desconheço, mas que se sujeitam às minhas palavras desditosas, recém boquiabertas. É curioso manifestar-me somente agora, quando desde sempre tenho a vontade, a pulsão, a existência, a possibilidade e […]

Continue Lendo

Entre o Ópio e o Chá

O game High Tea é ambientado nas primeiras décadas do século XIX e mostra como os britânicos venderam ópio para os chineses com o objetivo de adquirir prata e assim comprar chá para vender na Inglaterra. O jogo é uma forma fácil e lúdica de aprender como as potências imperialistas, neste caso a Inglaterra, se enriqueceram através […]

Continue Lendo

O Mármore, o Vinho e o Tapete

Algumas semanas atrás duas coisas me chamaram atenção em relação ao Irã e os países europeus. Em primeiro caso destaco a histórica viagem iniciada pelo presidente Hassan Rohani ao continente europeu já que há quase duas décadas nenhum chefe de estado do Irã o fazia. Por conseguinte o segundo ponto se engendra no primeiro, isto é, destaco a maneira como […]

Continue Lendo

Ideias Fundamentais do Liberalismo Político de John Rawls

Ideias Fundamentais do Liberalismo Político de John Rawls

John Rawls, em sua Conferência I sobre O Liberalismo Político, começa enfrentando três questões fundamentais sobre a justiça política numa sociedade democrática. A primeira diz respeito a qual concepção de justiça é a mais apta a ser concebida; a segunda, a quais são os fundamentos da tolerância numa sociedade composta de instituições livres, cujo resultado […]

Continue Lendo

As bases da motivação moral segundo John Rawls

São bases da motivação moral de uma pessoa[1]: A capacidade de professar doutrinas abrangentes razoáveis; A capacidade de ter senso de justiça e de ter uma concepção de bem; As faculdades intelectuais de julgamento, pensamento e inferência; As capacidades e qualificações necessárias para cooperar na sociedade; A disposição de propor e se sujeitar a termos […]

Continue Lendo

A ruptura do binômio ética-política

Introdução Hoje é facilmente observável, especialmente no Brasil, a tensão manifesta no entendimento do que realmente é a política; jovens podem ir às ruas, partidos podem se apresentar como a política verdadeira, capazes até mesmo de promover o povo a uma aparente melhor condição, mas sem embargo as respostas se apresentam como manifestações ocasionais, e não enquanto o fenômeno político em si. Outro tema […]

Continue Lendo

Rancière e suas dez teses sobre a política

Rancière e suas dez teses sobre a política

Tese 1 A política não é o exercício do poder. A política deve ser definida por si mesma, como um modo de agir específico, que é levado a cabo por um sujeito que lhe é próprio e que depende de uma racionalidade que lhe é própria. É a relação política que permite pensar o sujeito […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas