RSSFilosofia

A figura do discípulo: O socrático, o epicurista e o aristótelico

A figura do discípulo: O socrático, o epicurista e o aristótelico

Síntese do artigo “Três Figuras do Discípulo na Filosofia Antiga” do professor Francis Wolff (École Normale Supérieure de Paris), o seguinte texto examina as condições do discípulo na filosofia antiga.  Ora, vejamos a introdução de Wolff à herança socrática: “De Sócrates provêm, diretamente, algumas das filosofias mais marcantes da história (dentre as quais as de Platão) e, indiretamente, quase todas […]

Continue Lendo

A ruptura do binômio ética-política

Introdução Hoje é facilmente observável, especialmente no Brasil, a tensão manifesta no entendimento do que realmente é a política; jovens podem ir às ruas, partidos podem se apresentar como a política verdadeira, capazes até mesmo de promover o povo a uma aparente melhor condição, mas sem embargo as respostas se apresentam como manifestações ocasionais, e não enquanto o fenômeno político em si. Outro tema […]

Continue Lendo

Demócrito e o atomismo clássico

Demócrito e o atomismo clássico

Embora hoje o atomismo seja conhecido como uma doutrina física e química, seguramente seu estudo teve um preâmbulo filosófico, ou seja, não foi “cientificamente“ que seus fundadores – Leucipo (±490/460-420 a.C.) e Demócrito de Abdera (±460-360 a.C.) – sustaram os componentes últimos da matéria enquanto corpúsculos indivisíveis, em movimento num vazio infinito. Se quisermos uma demonstração disso, podemos recorrer a Aristóteles, pensador que […]

Continue Lendo

O corpo utópico, Michel Foucault

O corpo utópico, Michel Foucault

Basta eu acordar, que não posso escapar deste lugar que Proust, docemente, ansiosamente, ocupa uma vez mais em cada despertar. Não que me prenda ao lugar – porque depois de tudo eu posso não apenas mexer, andar por aí, mas posso movimentá-lo, removê-lo, mudá-lo de lugar –, mas somente por isso: não posso me deslocar […]

Continue Lendo

A filosofia da natureza na Idade Média

A filosofia da natureza na Idade Média

Alguns historiadores partem do pressuposto de que o medievo evidenciou os pressupostos metafísicos e éticos da cristandade suprassumindo assim a investigação grega acerca da physis. Contudo, embora o cerne do pensamento cristão não fosse a physis, uma vez que seu fim era justificar o sobrenatural e a possibilidade do milagre a partir da potência absoluta […]

Continue Lendo

Um manifesto intelectual

O movimento do pensamento não é de cima para baixo, do filósofo para o povo; mas o contrário: é da diferença que nasce a realidade. Por outras palavras, os filósofos acabam por ser os últimos a saber, os que ficam, do alto dos seus palácios, a ver a vida acontecer. Eles não são, portanto, personagem […]

Continue Lendo

Larry Laudan: A ciência como atividade de resolução de problemas

Larry Laudan: A ciência como atividade de resolução de problemas

“A ciência é, em essência, uma atividade de resolução de problemas“, disse Larry Laudan em 1986. Breves descrições biográficas bem podem explanar como um homem chegou a ser um filósofo da ciência e epistemologia contemporânea, e, fazendo jus a seu título, tornar-se um forte crítico às pretensões da epistemologia cientificista em aspectos como o realismo epistemológico e […]

Continue Lendo

A Douta Ignorância Cusana:  Do máximo absoluto à sua contração

A Douta Ignorância Cusana: Do máximo absoluto à sua contração

Através da realização de um breve levantamento da teologia medieval melhor podemos chegar ao cerne da filosofia de Nicolau de Cusa, um dos pensadores mais importantes do século XV. A Idade Média foi responsável por sintetizar as concepções gregas acerca da natureza e realizar algo similar a uma instrumentação de conhecimento sobre a teologia romana […]

Continue Lendo

Modelo de análise básico das tecnologias humanas voltadas à evolução

Modelo de análise básico das tecnologias humanas voltadas à evolução

| 16/11/2015 | 0 Comentários

Introdução Entendemos aqui tecnologia como qualquer técnica inteiramente contida no ser consciente. O acréscimo da qualidade humana se dá devido ao fato das tecnologias aqui tratadas lidarem principalmente com as propriedades desenvolvidas pelos seres humanos para lidarem com a realidade. Mas como sabemos qual tecnologia é melhor que outra? Essa pergunta é fundamental em qualquer indústria […]

Continue Lendo

Santo Anselmo: Argumento ontológico para a existência de Deus

Santo Anselmo: Argumento ontológico para a existência de Deus

Efetivamente nós cremos que Vós sois um ser maior do que qualquer outro que possamos conceber […] e portanto não pode existir somente no entendimento. Com efeito, suponha que ele exista somente no entendimento; mas então ele pode ser concebido como existindo também na realidade, [caso contrário ele não seria o que delimita sua definição]. […]. […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas