RSSFilosofia

Sobre a natureza e a contemplação

Através de uma sabedoria luminar, Plotino expressa como todas as coisas anseiam a contemplação e miram esse fim, não só os viventes racionais, mas também os irracionais e a natureza nas plantas e na terra que as engendra. Todas elas contemplam com a intensidade que lhes é possível, atingindo este fim de modo diferente, umas verdadeiramente, […]

Continue Lendo

“Meu corpo, minhas regras”?

“Meu corpo, minhas regras”?

Quem de nós mulheres pode estabelecer uma regra própria aos seus respectivos corpos? Acaso o que importa nesta sentença é unicamente o nível civil, como se esse estivesse apartado da natureza? Claro que nesse âmbito o “nosso“ corpo não é (ou não deveria ser) propriedade de homem algum nem do Estado e das demais organizações […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas