Tag: Uno

Breviário de Aristóteles: Livro Γ da Metafísica

O Livro Γ da Metafísica de Aristóteles é organizado em oito partes das quais este escrito tem por objetivo resumir e entender as suas três primeiras, são elas: A Definição da metafisica como ciência do ser enquanto ser, Os significados do ser, as relações entre o uno e o ser e as várias noções que entram […]

Continue Lendo

Sentidos e aspectos literários das Enéadas de Plotino

Sentidos e aspectos literários das Enéadas de Plotino

Estudar um filósofo com excelência exige uma hermenêutica de sentidos e aspectos literários de seus escritos (e/ou de seus discípulos), não à toa, portanto, muitos bons filósofos foram filólogos (philologia, do grego φίλος–philos-amor e λόγος-logos-palavra/razão). Maria Molder, professora da FCSH-UNL, é um exemplo de quem defende que a filosofia e a filologia se aproximam, ou por outra, entram […]

Continue Lendo

A Douta Ignorância Cusana:  Do máximo absoluto à sua contração

A Douta Ignorância Cusana: Do máximo absoluto à sua contração

Através da realização de um breve levantamento da teologia medieval melhor podemos chegar ao cerne da filosofia de Nicolau de Cusa, um dos pensadores mais importantes do século XV. A Idade Média foi responsável por sintetizar as concepções gregas acerca da natureza e realizar algo similar a uma instrumentação de conhecimento sobre a teologia romana […]

Continue Lendo

Laboratório de Filosofia Antiga: Plotino, Enéada III.8 [30]

Comprometi-me a apresentar no Laboratório de Filosofia Antiga o pensamento de Plotino, razão pela qual meus pensamentos voltaram a se debruçar diante de tão curioso filósofo. Por dias pensei repetidas vezes no que poderia ser dito acerca de um sapiente neoplatônico tal como foi Plotino. A respeito de quê poderei discursar?, pensei. Falar de Plotino não é tarefa fácil, quem o […]

Continue Lendo

A divindade não-antropomórfica de Xenófanes

Xenófanes, nascido por volta de 570 a.C., teria vivido mais de 90 anos, sendo dessarte contemporâneo a Anaximandro e herdeiro dos ares dos filósofos naturalistas da época; escreveu em versos ainda hoje lidos, embora subsistam apenas alguns de seus fragmentos. Em geral, os doxógrafos dizem que este pré-socrático teria passado parte da vida em Eleia, onde fez […]

Continue Lendo

O princípio do intelecto, da vida e de todas as coisas

O princípio do intelecto, da vida e de todas as coisas

A publicação anterior tratou da visão do neoplatônico Plotino acerca da natureza e como o nascimento desta é uma contemplação voltada para a alma anterior à esta natureza. Em sua filosofia o que é gerado é homogêneo ao que gera, porém mais fraco já que o principio originado tende a perder suas características ao deslocar-se para baixo: do Um em direção ao […]

Continue Lendo

Sobre a natureza e a contemplação

Através de uma sabedoria luminar, Plotino expressa como todas as coisas anseiam a contemplação e miram esse fim, não só os viventes racionais, mas também os irracionais e a natureza nas plantas e na terra que as engendra. Todas elas contemplam com a intensidade que lhes é possível, atingindo este fim de modo diferente, umas verdadeiramente, […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas